Como faço para hackear conversas do WhatsApp de outra pessoa?

Como faço para hackear conversas do WhatsApp de outra pessoa?

Muitas pessoas buscam aplicativos para hackear conversas do WhatsApp de outra pessoa, independente do motivo.

Em geral, esses aplicativos são muito utilizados por pais que desejam fiscalizar as coisas que os filhos andam fazendo na internet.

Portanto, para entender como isso funciona, para ter a informação e até mesmo se proteger, se for o caso, continue lendo o artigo até o final.

Como hackear conversas do WhatsApp?

Como hackear conversas do WhatsApp

Se você está procurando como hackear conversas do WhatsApp, saiba que na verdade, existem muitas maneiras de fazer isso.

Cada maneira de fazer isso vai ser melhor para uma pessoa, dependendo da sua necessidade e também do seu conhecimento tecnológico. Por isso, separamos aqui as 7 melhores, e mais simples, maneiras de hackear o WhatsApp de alguém.

1. Usando o mSpy

Esse é, sem dúvidas, o melhor aplicativo, ou programa, espião no mercado. É um aplicativo muito utilizado por quem ter acesso ao celular de outra pessoa e fazer um monitoramento completo.

Ele não é feito exclusivamente para o WhatsApp. Pois, ele serve para você monitorar todas as atividades realizadas no celular, assim como a localização do aparelho, tudo em tempo real.

Mas, como monitora todo o celular, claramente, serve para quem deseja ver também as conversas do WhatsApp. Além de ser possível ver as conversas em tempo real, você também consegue fazer o download de todas as conversas e arquivos do celular que está sendo hackeado.

Nele, você consegue ver até mesmo as conversas que foram deletadas. É possível também ver os históricos de ligações da pessoa, dentro do WhatsApp.

É um programa, aplicativo, disponível tanto para Android quanto para iPhone. Por ser muito sofisticado, é um programa pago. Você precisa antes de mais nada ir no site oficial do mSpy e comprar o seu serviço.

O valor vai depender do pacote que você escolher. Uma vez pagando o serviço, você pode acessar o Painel de Controle e fazer login com os dados que você vai ter recebido no seu email.

Depois disso, basta seguir o passo a passo indicado, fazer a instalação e conectar ao celular que você deseja hackear. Para isso, você vai precisar ter o celular em mãos, mesmo que por pouco tempo.

No caso do iPhone, você nem precisa instalar o aplicativo, vai precisar apenas das as credenciais do iCloud do telefone que você está hackeando, para ter acesso ao celular da pessoa.

Esse é, sem dúvidas, o aplicativo mais seguro para fazer isso, pois garante proteção ao seu celular e não o coloca em risco.

2. Como hackear conversas do WhatsApp através do WhatsApp Web

Com certeza você já ouviu falar no WhatsApp Web, que é a versão do WhatsApp para o computador. Muitas pessoas usam, pois, acham mais fácil, principalmente quando estão trabalhando.

Para acessar o WhatsApp Web, basta você ir no seu celular, na parte do WhatsApp Web e pedir para conectar a um novo aparelho. Então, no seu computador, entrar no site do WhatsApp Web, que vai ter um QR Code.

Com o seu celular, você fará a leitura desse QR Code e pronto, o seu WhatsApp agora está também no computador. Apesar de ser ótimo e muitas pessoas gostarem muito dessa facilidade, é também uma vulnerabilidade.

Pois, em poucos cliques, você consegue ter acesso a todas as suas conversas do WhatsApp pelo computador. Portanto, você pode fazer isso também para ter acesso à conta de outra pessoa e hackear os eu WhatsApp.

Você precisa ter o WhatsApp da pessoa que você deseja hackear em mãos por um pequeno momento, apenas para fazer a leitura do QR Code e depois, não é mais necessário.

Sempre que a pessoa estiver com a internet ligada, você vai conseguir acessar o seu WhatsApp. Além disso, também tem a possibilidade de você ter o WhatsApp Web da pessoa no seu próprio celular.

Você pode baixar o WhatsApp Web na loja de aplicativos do seu dispositivo para poder iniciar a versão web no seu celular. Então, seja no computador ou no celular, depois de entrar no WhatsApp Web e abrir o QR Code, basta pegar o celular da pessoa.

A única desvantagem desse método é que, assim como é fácil conectar, é fácil desconectar. A pessoa pode sempre ir na parte do WhatsApp Web no seu celular e desconectar as últimas conexões, por segurança. Então, você vai acabar perdendo o acesso.

3. Exportando as conversas para o seu email

Essa maneira de hackear o WhatsApp de alguém não é a melhor, mas é muito útil se você tem pouco tempo com o celular que você deseja hackear em mãos. Em menos de um minuto você consegue fazer o que precisa fazer.

Mas, é preciso entender que você não consegue acesso à tudo, como por exemplo você conseguiria com um aplicativo espião. Você consegue só aquilo que não foi deletado e não tem como monitorar em tempo real.

Ou seja, você consegue só pegar tudo que tem de conversa e enviar para você, para que você consiga ler. Então, não tem como você acessar em tempo real e ficar vendo tudo que está sendo conversado.

Toda vez que você quiser ver novas mensagens, você tem que fazer o processo todo de novo. Portanto, para conseguir exportar as conversas, siga o passo a passo a seguir:

  • Pegue o celular que você deseja hackear e vá na conversa que você quer ler;
  • No canto superior direito da conversa, clique no ícone “Menu” ou nos três pontinhos;
  • Então, clique em “Mais” e depois em “Exportar bate-papo”;
  • Quando você clicar em “Exportar bate-papo” irá aparecer para você a opção de fazer isso com ou sem mídia, escolha o que for melhor para você;
  • Então, selecione o “Gmail” e coloque o seu endereço de email;
  • Clique em “Exportar” e pronto!

Isso tudo pode ser feito muito rapidamente. Então, basta você ir para o email que você enviou e ver na caixa de entrada o arquivo.

A conversa inteira estará em txt. Você pode fazer isso quantas vezes quiser, na quantidade de conversas que desejar.

Outra vantagem desse método é que é muito simples e pode ser utilizado quando na verdade você tiver interesse em ver uma conversa específica.

4. Utilizando o POCWPP

O POCWPP é na verdade o PullOutCorrWhatsApp, mas também é conhecido por muitos como POC WhatsApp. É um programa que foi desenvolvido especialmente para ser um hacker de WhatsApp.

É possível, com ele, hackear um WhatsApp de maneira remota. Ou seja, você não precisa ter o celular das pessoas em mãos.

Além disso, a pessoa que está fazendo o serviço consegue hackear várias contas de uma vez só com o programa. Atualmente, não existe o programa para iPhone, sendo assim apenas compatível com Android.

Além disso, por ter uma grande complexidade, é um programa pago. Ele é encontrado apenas no DarkNet.

Portanto, é importante esclarecer que esse programa é ilegal e fazer uso dele pode lhe expor, por estar fora da lei. Mas, independentemente disso, saber a existência desse programa é importante, até porque, você mesmo pode ser uma vítima dele.

Ele funciona da seguinte maneira. O programa vai identificar o usuário através do número do celular desse usuário.

Assim, é possível achar o número de id no servidor. O programa então consegue desviar todo o armazenamento do dispositivo, analisando todo o histórico do WhatsApp da pessoa, tanto as conversas, quanto os arquivos de mídia.

Como as conversas do WhatsApp são criptografadas para aumentar a segurança, esse programa consegue carregar esses dados em um servidor e o descriptografar. Portanto, depois disso, o histórico e todas as conversas ficam ali disponíveis para você salvar no seu celular.

Não tem como o dono do celular saber que foi hackeado e que o seu bate-babo está agora com outra pessoa, em outro servidor, pois, para ele, nada muda.

Por isso, é um programa muito perigoso, e que coloca a segurança das pessoas em risco, uma vez que ele consegue em uma conexão, haquear até mesmo 15 usuários no WhatsApp.

5. Utilize o WHatsApp Scan Pro

O WSP, ou WhatsApp Scan Pro, é um programa que também permite que você se conecte ao dispositivo de forma remota. Ou seja, você não precisa do celular em mãos.

Quando a pessoa utiliza esse programa para hackear, ela envia para a pessoa um arquivo em foto, com um link. Então, quando a pessoa clica no link, o arquivo é aberto.

Esse arquivo é um vírus criado pelo construtor WSP. Ao abrir o arquivo, o WSP consegue conectar ao aplicativo da pessoa.

Na prática, o WPS se conecta ao construtor do dispositivo que está sendo hackeado. Com isso, começa a receber os QR codes que criptografam as conversas do WhatsApp do aparelho hackeado.  

Assim, o hacker passa a ter acesso ao WhatsApp da pessoa, remotamente, e em tempo real. Por isso, é recomendado que você sempre tenha muito cuidado ao clicar em um link que recebe no WhatsApp. Pois, pode ser alguém tentando hackear as suas conversas.

Principalmente porque, muitas vezes, o hacker envia uma foto da própria vítima para conseguir enviar o link e hackear o celular, o que pode confundir muitas pessoas.

Por ser um processo um pouco mais complexo, o hacker precisa sempre ter acesso à uma boa rede, com uma boa conexão para fazer todo o processo.

6. Através do Bluetooth

Poucas pessoas sabem dessa opção. Mas, é possível acompanhar o WhatsApp de outra pessoa através do Bluetooth.

Assim como a própria tecnologia, isso só é possível se você estiver perto do aparelho da pessoa, no máximo a 50 metros de distância do WhatsApp que você deseja ver.

Então, o programa de hacker irá detectar o bluetooth no celular da pessoa, fazer uma varredura, testar a vulnerabilidade do aparelho e então hackear e transmitir os dados.

Esse tipo de hacker é difícil de se descobrir, porque esses programas passam pela segurança do celular, por conta do bluetooth ativo.

Mas, para realmente ter acesso ao WhatsApp, o hacker vai precisar de um programa, que tem um custo mensal para quem deseja utilizar, pois não é tão simples assim.

 Por isso, faz parte da segurança do seu celular, desligar o bluetooth sempre que você não o estiver utilizando. Porque ele pode deixar o seu celular mais vulnerável à ataques cibernéticos.

7. Como hackear conversas do WhatsApp pelo MAC Spoofing

Esse é outro método para hackear o WhatsApp de alguma pessoa. O celular de todo mundo possui um endereço MAC. Para descobrir esse endereço MAC você deve ir na parte de Configurações do seu celular, e clicar em “Sobre o Telefone”.

No iPhone, a área de “Sobre” fica dentro de “Geral”, que é dentro de “Ajustes”. Portanto, chegando na parte sobre o seu telefone, você deve buscar o Status dele, e clicar no Endereço MAC do Wi-fi ou no Endereço Wi-Fi.

Vai depender se é Android, iOS, ou também do modelo do celular. Mas, o que importa é você ir na parte do telefone que tem informações técnicas sobre ele mesmo, e buscar o endereço wi-fi.

A ideia é que você substitua o seu endereço MAC, pelo endereço MAC da pessoa que você deseja hackear. Então, ao instalar o WhatsApp, ele vai identificar como se fosse na conta da pessoa e você vai conseguir acessar o seu WhatsApp.

Mas, antes disso, não esqueça de gravar o seu próprio MAC em algum lugar, para que não esqueça depois na hora de colocar o seu número de volta no local correto.

Entretanto, além disso, você vai precisar de um aplicativo para conseguir mudar o endereço MAC do seu celular. O aplicativo pode ser o Busy BOX e o Terminal Emulator.

Conclusão

Conclusão

Portanto, como hackear conversas do WhatsApp de outra pessoa é até simples, levando em consideração que temos várias opções.

Mas, é importante saber que hackear e monitorar o celular de outra pessoa, sem o seu consentimento, é ilegal e não deve ser feito.

Ainda, sabendo como esses hackers são feitos, busque proteger mais o seu celular, desligando o bluetooth e colocando autenticação em dois fatores em todas as suas contas.

E aí, esse artigo lhe ajudou? Se sim, compartilhe também com seus colegas.

celinha1907

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *